Carregando...
 

Página Anterior Acima Próxima Página

Materiais para construção

Nos exemplos mostrados anteriormente já foi possível ter uma ideia da várias possibilidades para construção de robôs e que dependendo da sua funcionalidade podem ser empregados os mais diversos tipos de materiais. Na aulas seguintes você irá projetar e construir robôs. Para desenvolver os robôs estará disponível uma interface eletrônica que irá se comunicar com o computador para controlar os servomotores e sensores. Portanto o trabalho nos projetos será a construção e programação das ações do robô.
Uma forma criativa para o desenvolvimento de robôs é a utilização materiais alternativos e reciclados. É possível construir robôs bastante sofisticados e interessantes utilizando materiais como embalagens de isopor, plástico, brinquedos e outros objetos fora de uso, madeira, garrafas plásticas, parafusos, cola, caixas de papelão, entre outros. A figura abaixo mostra alguns desses materiais.
Materiais com aplicação na construção de robôs
Materiais com aplicação na construção de robôs

Exemplos de robôs

As fotos a seguir exibem alguns robôs criados com os materiais citados anteriormente.
Exemplos de atividades de robótica
Exemplos de atividades de robótica

Ferramentas para a construção de robôs

Para a construção dos robôs é preciso dispor de algumas ferramentas e acessórios básicos como alicate, tesoura, chaves de fenda, aplicador de cola quente, fita adesiva, entre outros.
Ferramentas para s construção de robôs
Ferramentas para s construção de robôs

Reconhecer e criar movimentos

A grande maioria dos robôs utiliza motores para executar os movimentos. Como já foi visto anteriormente, os motores dispõem de um eixo que pode girar em um sentido ou outro. Quando o motor gira o eixo para a direita é comum dizer que ele está girando no sentido horário, pois este é o sentido dos ponteiros do relógio; se o motor girar o eixo para a esquerda, diz-se que o movimento foi no sentido anti-horário.
Ao associar o movimento de giro a algumas estruturas mecânicas é possível criar uma infinidade de movimentos que podem ser aplicados aos robôs. Para criarmos as estruturas mecânicas, é importante conhecer um pouco o conceito de máquinas simples.
A palavra máquina desperta a imediata lembrança de um mecanismo complicado, pois nos leva a pensar em algo como um guindaste, um motor de automóvel, a máquina de costura, de escrever, de lavar roupa, ou um robô. Toda máquina, porém, por mais complexa que pareça, não passa de combinações inteligentes de umas poucas peças isoladas, as quais são denominadas por máquinas simples. Do ponto de vista histórico pode ser citada a existência de quatro: alavanca, polia, plano inclinado e roda/eixo.
Máquinas simples
Máquinas simples

Toda máquina simples é um dispositivo capaz de alterar uma força (seja em intensidade e/ou direção e/ou sentido) com o intuito realizar uma determinada tarefa. Nesse sentido as máquinas simples encontram aplicação na maioria dos projetos de robótica.
Não é preciso ser engenheiro para construir um dispositivo mecânico, mas a compreensão e a habilidade de lidar com engrenagens, rodas, alavancas irá facilitar o desenvolvimento dos dispositivos robóticos.
Nos exemplos do próximo tópico será demonstrada a montagem de algumas máquinas simples que utilizam materiais comuns. Estas montagens ou associações delas ampliarão as possibilidades de construção de robôs.

Atividade
Como foi visto até o momento, os robôs são constituídos pela integração de componentes como motores, sensores, placas eletrônicas, cabos elétricos e a estrutura mecânica. Nas aulas seguintes, quando forem apresentados os demais elementos do sistema de robóticas, as estruturas mecânicas baseadas em máquinas simples poderão ser integradas aos demais componentes que constituem o robô.
Utilizando os materiais para robótica e o conceito de máquinas simples crie um robô simples. Use suas mãos para gerar os movimentos do seu robô.

Página Anterior Acima Próxima Página


Última modificação em Quinta-feira 18 de Outubro, 2012 17:36:27 BRT